Era uma vez, uma jovem, cujo nome não posso citar… Ela vivia em um pequeno país rodeado de água no Golfo do México, chamado Cuba. Desde pequena,  sua família a educou para ser uma mulher independente, que buscasse sempre lutar por seus ideais. Para que, desta forma, não tivesse que passar, caso precisasse, pelo constrangimento de dependência alheia para manter seu sustento.

Sua mãe, que era bióloga, sempre lhe dizia: “Estude, minha filha. Estude muito, porque o estudo vai abrir muitas possibilidades para você no futuro, vai permitir que você seja o que quiser.” Ela sempre ouvia as sábias palavras de sua mãe, procurando ser boa nos estudos e buscar sabedoria cada vez mais. Quando cresceu, se formou em engenharia elétrica, que sempre havia sido seu sonho. Mas, será que isso bastou ou ela foi em busca de algo mais?  Claro que não ficou satisfeita! A jovem mulher saiu de seu país de origem deixando para trás o conforto de sua casa e, o mais dolorido, sua filha pequena, que nesse período, passou a viver com o pai. Embora já estivesse se divorciado há algum tempo; e foi para São Paulo depois de terminar seu mestrado.  No novo país, estudou mais, se aprimorou nos seus estudos,  ganhou o título de professora doutora. E para completar conheceu o grande amor de sua vida, e está casada com ele até hoje. Como fruto do amor dos dois (bastante tempo depois de se conhecerem, é claro!) , veio o fruto precioso desta união. Para ser mais exata… Eu nasci, a garota que está narrando esta história, que admira muito sua mãe e que, algum dia, espera ser como ela. Talvez até estude algo diferente, como medicina ou biologia, mas ainda assim, quero ter essa sede por conhecimento.

A.F.G

 

Sobre elianedmelo2

Professora de Língua Portuguesa com mestrado em Ciências da Educação. Nascida em 7 de julho, em Campos dos Goytacazes,Rio de Janeiro. Atualmente, morando em Roraima.Diretora do CEFORR ( Centro Estadual de Formação dos profissionais da Educação) em 2015, 2016,2017, Consultora técnica da UNIVIRR ( Universidade Virtual de Roraima) em 2017 e 2018. Atualmente, professora de língua portuguesa no Colégio Militar Estadual Cel. PM Derly Luiz Vieira Borges.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

3 respostas para

  1. Muito interessante pois a pobre menina ouviu os conselhos de sua mãe e virou uma mulher rica assim acreditando nos seus sonhos. ou seja, dar ouvidos aos conselhos dos mais experientes é sempre bom.

  2. Maria Luiza Azevedo Rocha Matos disse:

    Atividade de desempenho anual:
    Maria LUÍZA Azevedo Rocha MATOS 9ºA
    A história narrada é muito legal, pois acredito que contos como esse inspiram mais garotas a tornarem-se mulheres como a da história, sonhadoras, fortes e independentes.
    Gênero: Conto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s